a OBSERVATÓRIO DA PAX: Junho 2009

terça-feira, 30 de junho de 2009

JUSTIÇA ECONÓMICA E SOCIAL: Crise ética na economia e na política

A Comissão Nacional Justiça e Paz promove no próximo dia 4 de Julho o Seminário CRISE ÉTICA NA ECONOMIA E NA POLÍTICA que contará com intervenções de Adriano Moreira, Álvaro Laborinho Lúcio, Guilherme d'Oliveira Martins, José Carlos Marques, José Manuel Pureza e Ulisses Garrido, entre outros. Vai decorrer no Auditório da estação de metropolitano do Alto dos Moinhos (linha azul), em Lisboa. Inscrições em comissaonjp@gmail.com. (Mais ...)
CNJP

Etiquetas: ,

quinta-feira, 18 de junho de 2009

DESARMAMENTO E DESMILITARIZAÇÃO: Desarmar a violência doméstica na Semana de Acção Global Contra a Violência Armada

De 15 a 21 de Junho decorre a Semana de Acção Global Contra a Violência Armada. Durante a mesma terão lugar vários eventos em mais de 85 países com o objectivo de chamar a atenção para o custo humano da proliferação e uso indevido de armas ligeiras.
Para as mulheres, a casa é o local onde estão expostas a maiores riscos de violência armada. As estatísticas são alarmantes. Quando existe uma arma de fogo em casa, as mulheres ficam três vezes mais expostas a mortes violentas. Os perpetradores são muitas vezes esposos ou companheiros, actuais ou passados, algumas vezes com historial de violência doméstica. Além disso, por cada mulher assassinada ou ferida com arma de fogo, muitas outras são ameaçadas. (Mais ...)

Etiquetas: ,

sexta-feira, 12 de junho de 2009

DIREITOS DA CRIANÇA: Mais de 200 milhões de crianças em todo o Mundo são forçadas a trabalhar

Mais de 200 milhões de crianças continuam a ser forçadas a trabalhar diariamente no Mundo, alerta a Organização Internacional do Trabalho, salientando que "três em cada quatro desses menores estão expostos às piores formas de exploração laboral".

Numa mensagem divulgada no âmbito do Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, que se assinala hoje, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que mais de 200 milhões de rapazes e raparigas estejam envolvidos em alguma forma de trabalho.
O Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil é sempre assinalado a 12 de Junho. Este ano, as comemorações marcam também a adopção da simbólica Convenção 182 da OIT sobre a proibição das piores formas de trabalho infantil.
A OIT destaca que três em cada quatro das crianças e adolescentes que trabalham estão expostas às piores formas de exploração laboral infantil (tráfico humano, conflitos armados, escravatura, exploração sexual e trabalhos de risco, entre outros), actividades que "prejudicam de forma irreversível o seu desenvolvimentos físico, psicológico e emocional".
Por ocasião desta efeméride, a OIT divulga um novo relatório com o título: "Dar às raparigas uma possibilidade: Enfrentar o trabalho infantil, uma chave para o futuro". O documento refere que a crise económica mundial pode levar mais raparigas a abandonarem a escola para trabalhar. (Mais ...)
SIC

Etiquetas: ,

MIGRANTES E ITINERANTES: Preocupações dos imigrantes em audição pública

As dificuldades dos migrantes em plena crise económica esteve em debate na audição pública organizada pelo Fórum de Organizações Católicas para a Imigração - FORCIM [no dia 6 de Junho, no Auditório do Colégio de S. João de Brito (Lumiar-Lisboa)].
«Migrações: um olhar sobre a actualidade» trouxe à reflexão algumas "preocupações sentidas pelos imigrantes em Portugal, depois da aprovação da actual Lei da Imigração", explica um comunicado enviado à Agência ECCLESIA. No encontro foi feita uma referência particular ao Art.88º, que tem levantado dificuldades, nomeadamente àqueles que entraram regularmente em Portugal, mas que perderam o seu emprego, ficando numa situação difícil perante a Lei. "Conceito novo, actualmente em debate, é o da destituição de direitos, que levanta problemas muito graves aos que nunca tiveram ou perderam a situação regular". (Mais ...)

Etiquetas:

CULTURA DA PAZ: A Dimensão do Cuidar na Re-significação do Espaço Público

Ciclo de Conferências A Dimensão do Cuidar na Re-significação do Espaço Público com Maria de Lourdes Pintasilgo em Fundo

Datas: 25 a 27 de Junho e 10 de Julho de 2009
Locais: Centro Nacional de Cultura, Lisboa; Universidade de Évora, sala 131 do Colégio Espírito Santo; Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Ficha de Inscrição

Preço: 1 dia (15 Euros); 2 dias (30 Euros); 3 dias (35 Euros); 4 dias (40 Euros)
Inscrições: info@fcuidarofuturo.pt
Informações: 213 149 206

O presente Ciclo de Conferências e Comunicações integra-se no projecto Mulheres, Ética e Espaço Público, cuja iniciativa pertence ao Departamento de Pedagogia e Educação da Universidade de Évora, à Fundação Cuidar O Futuro e à Fundação Ensino e Cultura Fernando Pessoa.
Impulsionado pela figura de Maria de Lourdes Pintasilgo como símbolo de um modo de configuração da vida pública e de nela inscrever quer as reivindicações feministas, quer as de todas as formas de discriminação, o projecto Mulheres, Ética e Espaço Público pretende articular três tópicos – mulheres, ética e espaço público – e três autoras – Hannah Arendt, Adela Cortina e Maria de Lourdes Pintasilgo – no sentido de re-significar o conceito de espaço público.
Esta iniciativa, primeira intervenção do referido Projecto, vai centrar-se no conceito de Cuidar/Cuidado, explorando-o quer na sua importância no pensamento de Maria de Lourdes Pintasilgo, quer nas suas raízes filosóficas no pensamento heideggeriano, quer ainda nas suas repercussões nas diversas dimensões da vida pública. (Mais ...)

Etiquetas:

CULTURA DA PAZ: To be pro life is to be nonviolent

Um artigo do jesuíta norte-americano John Dear a ler. Vale a pena.

Last week, one dedicated Christian killed another during church services in Wichita, Kansas. Both men thought they were doing God’s will. One -- the zealous anti-abortion activist, Scott Roeder, believed in “justifiable homicide” to bring to a halt the activities of the other -- the abortion doctor, George Tiller. I grieve for both of them, for everyone in that scene, for all of us. Both were far from the nonviolent Jesus, but so are we all. This sad event confirms what many of us have been saying for years. We all need to repent of our violence and discover Jesus’ way of nonviolence.
There is a reason for this madness. For seventeen hundred years we have rejected the Sermon on the Mount and Jesus’ truth about nonviolence (“Put down your sword. Love one another. Love your enemies. Be as compassionate as God”). In the fourth century, we made a ruinous accommodation, and started down the path toward the so-called Just War theory -- and Christians have been killing Christians ever since. Popes, bishops, priests and ministers have blessed mass murder, and still do so, and assume they are doing God’s will.
The Just War theory opens Pandora’s Box. It allows for a time when it is permissible to declare war for God’s sake. With each condition we move farther away from the Sermon on the Mount. As we have assumed war is justifiable, so we have come up with other occasions when killing is justified. We execute people, build nuclear weapons, and support jingoistic militarism, and all the while believe we are ushering in God’s reign. (Mais ...)
National Catholic Reporter

Etiquetas:

sexta-feira, 5 de junho de 2009

ELEIÇÕES EUROPEIAS 09: Faz sentido votar nas Europeias?

Não é indiferente um ou outro candidato [ao Parlamento Europeu]. Eles têm de ser o reflexo de todos nós seja qual for o partido que lá os coloque. Sabe-se que são representantes de grupos políticos. Mas antes disso, dum país que é o nosso. O nosso passado e o nosso futuro são mais que um jogo partidário ou palavras que o vento leva. A isso não é alheio o conjunto de valores cristãos que tecem a nossa comunidade nacional.
António Rego
Agência Ecclesia

Etiquetas: ,

quarta-feira, 3 de junho de 2009

ELEIÇÕES EUROPEIAS 09: Responsabilidade dos cristãos no bem-estar social global

A Rede Fé e Justiça África Europa (AEFJN), que representa 30.000 religiosos e religiosas a actuar na Europa e em África, prepararam um guia para as eleições europeias do dia 7 de Junho. Neste guia aparece a visão cristã e missionária da política europeia e interpelações aos candidatos ao Parlamento Europeu em áreas sensíveis aos países africanos como: a ecologia, o comércio, os direitos humanos e a justiça, os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, a cooperação e a paz.
Poderá encontrar este guia no blogue www.aefjnportugal.blogspot.com ou pedi-lo para aefjnportugal@gmail.com. [Disponível também aqui.]
Porque as decisões tomadas ao nível do Parlamento Europeu terão consequências globais e de modo especial nas populações mais vulneráveis ao livre comércio, participa activamente nestas eleições. (Mais ...)
Agência Ecclesia

Etiquetas: , ,

ELEIÇÕES EUROPEIAS 09: Programas eleitorais dos Partidos

Conheça os Programas Eleitorais dos Partidos concorrentes às eleições europeias, no próximo dia 7 de Junho*:

- Bloco de Esquerda - B.E.
- CDU - Coligação Democrática Unitária - PCP-PEV
- Partido Social Democrata - PPD/PSD
- Partido da Terra - MPT
- Partido Popular Monárquico - PPM
- Movimento Esperança Portugal - MEP
- Partido Socialista - PS
- Partido Popular CDS-PP
- Partido Nacional Renovador - P.N.R.
- Movimento Mérito e Sociedade - MMS
- Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses - PCTP/MRPP
- Partido Operário de Unidade Socialista - POUS
- Partido Humanista - P.H.
* De acordo com a ordenação das candidaturas no boletim de voto (CNE)

Etiquetas: ,

ELEIÇÕES EUROPEIAS 09: “Construir a casa Europa" - Bispos da UE deixam apelos para as Europeias

«Construir a casa Europa» é o título da declaração da Comissão dos Episcopados Católicos da União Europeia (COMECE) para as próximas eleições europeias [4 a 7 de Junho], consideradas como “uma oportunidade para construir uma Europa melhor”.
O texto apela à participação de todos os cidadãos, lembrando as responsabilidades especiais dos cristãos, após 64 anos de desenvolvimento pacífico e 20 anos depois da queda da Cortina de Ferro. “Participando nas eleições para o Parlamento Europeu, todos os cidadãos têm a possibilidade de contribuir para o desenvolvimento e a melhoria da União Europeia”, afirma a COMECE.
A declaração lembra que a Igreja Católica manifestou “desde o início” o seu apoio ao projecto de integração europeia e continua a fazer o mesmo, ainda hoje. “Todos os cristãos têm não só o direito, mas também o dever de se comprometerem activamente neste projecto, exercendo o seu direito ao voto”, refere-se.
Por outro lado, é pedido ao Parlamento Europeu que defenda os princípios fundamentais “da dignidade humana e da promoção do bem comum”. Neste contexto, pede-se aos eurodeputados que tudo façam para “respeitar a vida humana, da concepção à morte natural”, “apoiar a família fundada no matrimónio”, “promover os direitos sociais dos trabalhadores” e “levar por diante uma governação financeira apoiada em valores éticos”. As mudanças climáticas, as relações da UE com os países em vias de desenvolvimento ou a promoção de uma política externa que promova a paz no mundo são outras preocupações apresentadas. (Mais ...)
Agência Ecclesia

Etiquetas: , ,

terça-feira, 2 de junho de 2009

MÉDIO ORIENTE: Semana Mundial pela Paz na Palestina e em Israel, 4-10 Junho 2009


De 4 a 10 de Junho celebra-se a Semana Mundial pela Paz na Palestina e em Israel, uma acção conjunta por uma paz justa das Igrejas membros do Conselho Mundial de Igrejas e das organizações a ele ligadas, entre as quais a Pax Christi Internacional, e que tem por tema "É tempo da Palestina".

Faz agora mais de 60 anos que a divisão da Palestina se transformou num pesadelo permanente para os Palestinianos. Faz também mais de 40 anos que a ocupação, por parte de Israel, de Jerusalém Oriental, da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, afundou a visão pacífica de uma terra, dois povos.
No entanto, o sonho de uma nação não pode ser realizado à custa de outra.
A mensagem da semana de acção é que agora:
- É tempo de Palestinianos e Israelitas partilharem uma paz justa.
- É tempo de pôr fim à ocupação.
- É tempo de igualdade de direitos para todos.
- É tempo de começar a curar as almas feridas.

É tempo da Palestina


Convidamos todos os grupos e pessoas a associarem-se a esta Semana Mundial. Como?
1. Rezar no Domingo, dia 7 de Junho, com as igrejas que vivem sob ocupação, utilizando a Oração de Jerusalém pela Paz, respondendo ao convite dos Responsáveis das Igrejas de Jerusalém.
2. Enviar por e-mail para aei@p-ol.com, uma oração pela paz para Belém.

Pax Christi Portugal

Etiquetas: ,