a OBSERVATÓRIO DA PAX: ADVENTO 2016: 4ª SEMANA DO ADVENTO

sábado, 17 de dezembro de 2016

ADVENTO 2016: 4ª SEMANA DO ADVENTO

1. Ambientação

«José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo. Ela dará à luz um Filho, e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados». […] Quando despertou do sono, José fez como o Anjo do Senhor lhe ordenara e recebeu sua esposa

Mateus 1,20-21.24


2. Reflexão

Tragicamente, no mundo de hoje mais de 65 milhões de pessoas foram obri-gadas a abandonar os seus lugares de residência. Este número sem preceden-tes supera qualquer imaginação. […] Contudo, se formos além da mera estatís-tica, descobriremos que os refugiados são mulheres e homens, jovens e moças que não são diversos dos membros das nossas famílias e dos nossos amigos. Cada um deles tem um nome, um rosto e uma história, assim como o direito inalienável de viver em paz e de aspirar por um futuro melhor para os próprios filhos. […]
Encorajo-vos a dar as boas-vindas aos refugiados nas vossas casas e comunida-des, de modo que a sua primeira experiência da Europa não seja a traumática de dormir ao frio nas estradas, mas a de um acolhimento caloroso e humano. Recordai-vos que a hospitalidade autêntica é um profundo valor evangélico, que alimenta o amor e é a nossa maior segurança contra as odiosas ações de terrorismo. […] Vós sois olhos, lábios, mãos e coração de Deus neste mundo. […]
Exorto-vos a ajudar a transformar as vossas comunidades em lugares de boas-vindas onde todos os filhos de Deus têm a oportunidade, não simplesmente de sobreviver, mas de crescer, florescer e dar fruto. […]
Pensai na Sagrada Família – Maria, José e o Menino Jesus – na sua longa viagem como refugiados para o Egito, quando fugiam da violência e encontraram abrigo entre os estrangeiros. De igual modo recordai-vos das palavras de Jesus: «Tive fome e destes-me de comer, tive sede e destes-me de beber, era estrangeiro e acolhestes-me» (Mt 25,35).



3. Gesto de Paz

Acende-se a QUARTA VELA da Coroa do Advento.

Ao acendermos a quarta e última vela da Coroa do Advento, comprometo-me a procurar e conhecer uma família de refugiados ou imigrantes na minha cidade ou bairro e ajudar na sua integração e acolhimento.


4. Oração

1. Deus de misericórdia, envia o teu Espírito de fortaleza sobre os refugiados, as pessoas perseguidas, os migrantes, as crianças órfãs e desaparecidas:

Todos: Dá-lhes coragem e esperança.

1. Nós Te pedimos também por todas as pessoas e organizações que os acompanham e apoiam:

Todos: Que o seu trabalho sensibilize os políticos e a opinião pública para que o mundo seja mais justo e fraterno, um mundo sem guerras nem disputas, um mundo de paz e de amor.


5. Bênção

1. Que Deus, de quem vêm a paciência e a coragem, nos conceda har-monia de sentimentos uns para com os outros, seguindo o exemplo de Jesus Cristo, para que todos em conjunto e a uma só voz glorifiquemos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

Todos: Ámen.


In: Era estrangeiro e acolhestes-me? (cf. Mt 25,35ss). Contributos para a celebração do Advento 2016. Esta brochura está disponível online aqui.

Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home