a OBSERVATÓRIO DA PAX: Julho 2009

quinta-feira, 30 de julho de 2009

PAZ E ESPIRITUALIDADE: "Se queres a paz, cuida da criação" - Tema para o Dia Mundial da Paz 2010

O Vaticano divulgou esta Quarta-feira o tema da mensagem de Bento XVI para o Dia Mundial da Paz 2010, desta feita intitulada "Se queres a paz, cuida da criação". O Papa fala numa crise ecológica e na necessidade de enfrentá-la globalmente.
Numa nota divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé, pode ler-se que o tema pretende fomentar uma tomada de consciência do "forte elo que existe no nosso mundo globalizado e interconectado entre salvaguarda da criação e cultivo do bem da paz", lembrando as "terríveis perspectivas que a degradação ambiental apresenta".
Segundo a apresentação do tema divulgada pela Santa Sé, "se a família humana não souber fazer frente a estes novos desafios com um renovado sentido de justiça e de equidade social e de solidariedade internacional, corre-se o risco de semear a violência entre os povos e entre as gerações presentes e futuras". (Mais ...)

Etiquetas: , ,

terça-feira, 28 de julho de 2009

TRANSFORMAÇÃO DE CONFLITOS: ONU adopta resolução para evitar conflitos em África

A Assembleia Geral da ONU aprovou, na passada quinta-feira, uma resolução sobre a prevenção de conflitos na África. O documento (Resolução 10848) é parte do princípio "Responsabilidade de Proteger" aprovado pela ONU em 2005.
A resolução refere ainda o papel central da União Africana e de organizações sub-regionais em assuntos de segurança e paz. E apela também aos Estados-membros a apoiarem mecanismos e processos de consolidação da paz. (Mais ...)
Rádio ONU

Etiquetas: ,

sábado, 18 de julho de 2009

DIREITOS HUMANOS: Seminário "Direitos Humanos e Destituição"

O Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS-Portugal) promove, dia 23 de Julho, no Centro de Informação Urbana de Lisboa, um seminário dedicado ao tema "Direitos Humanos e Destituição", no qual pretende abordar o impacto da destituição na vida da população migrante em Portugal, em três áreas chave: o trabalho, a habitação, e a saúde.
Para debater esta questão complexa e actual, o seminário contará com a participação de diversos responsáveis políticos, académicos, técnicos e representantes da sociedade civil, entre os quais se destacam: Rosário Farmhouse, Alta Comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI), Maria do Céu Machado, Alta Comissária para a Saúde (ACS), Stefan Kessler, (JRS-Europa), Fernanda Rodrigues, coordenadora do Plano Nacional de Acção para a Inclusão (PNAI), Jorge Malheiros, do Observatório da Imigração, Conceição Patrício, directora do Serviço Social do Hospital de Santa Maria, e Alfredo Bruto da Costa, presidente da Comissão Nacional de Justiça e Paz (CNJP). (Mais ...)
Agência Ecclesia

Etiquetas:

Orientações da Pastoral da Saúde sobre a Gripe A

Orientações da Pastoral da Saúde sobre a Gripe A

Shared via AddThis

terça-feira, 7 de julho de 2009

JUSTIÇA ECONÓMICA E SOCIAL: Bento XVI advoga nova ordem política e financeira internacional

Bento XVI defende na sua terceira encíclica, "Caritas in Veritate" (A caridade na verdade), uma nova ordem política e financeira internacional, para governar a globalização e superar a crise em que o mundo se encontra mergulhado.
No documento, tornado público esta terça-feira, o Papa apresenta como prioridade a "reforma quer da Organização das Nações Unidas quer da arquitectura económica e financeira internacional", sentida em especial "perante o crescimento incessante da interdependência mundial", mesmo no meio de uma "recessão igualmente mundial".
Em vésperas de mais uma reunião do G8, a nova encíclica diz que esta "verdadeira Autoridade política mundial", pedida no texto, teria como objectivos prioritários "o governo da economia mundial", o desarmamento, "a segurança alimentar e a paz", a defesa do ambiente e as regulações dos fluxos migratórios. Outra necessidade apontada é a de ajudar "as economias atingidas pela crise de modo a prevenir o agravamento da mesma e, em consequência, maiores desequilíbrios".
É sobretudo a questão financeira que merece um olhar atento neste documento, que identifica "tendência actuais para uma economia a curto, senão mesmo curtíssimo prazo" e assinala que "isto requer uma nova e profunda reflexão sobre o sentido da economia e dos seus fins, bem como uma revisão profunda e clarividente do modelo de desenvolvimento". (Mais ...)
Agência Ecclesia

Etiquetas: ,